Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Aumento na produção de resíduos domésticos e lixo hospitalar exige cuidados

A lei 12.305, de 2010, exige um plano de gerenciamento de resíduos em saúde e a Resolução de Diretoria Colegiada (RDC) 222, também de 2010, da Anvisa, exige o controle desde a produção, até o tratamento e destinação final destes resíduos

Revista Brasil

No AR em 07/05/2020 - 09:39

O Revista Brasil desta quinta-feira (7) entrevistou Miriã Campos, pesquisadora, administradora e membro da Comissão Especial em Administração de Serviços de Saúde do Conselho Regional de Administração do Rio de Janeiro, sobre os cuidados que os moradores, empresas e trabalhadores devem ter para evitar o contágio pelo novo coronavírus no descarte e manuseio dos resíduos.

Ouça a entrevista:


Segundo ela, por causa da quarentena há um aumento significativo na produção de resíduos domésticos e do lixo hospitalar . 

A Associação Brasileira de Recuperação de Energia e Residuos, em relatório recente, aponta que o Brasil tem a capacidade de produzir cerca de 480 mil toneladas de lixo hospitalar. Até o momento foram produzidas 253 mil toneladas.

Esta estimado o numero de 20 vezes maior, o que chama a atenção para a capacidade de tratamento desse resíduo. 

A lei 12.305, de 2010, exige um plano de gerenciamento de resíduos em saúde e a Resolução de Diretoria Colegiada (RDC) 222, também de 2010, da Anvisa, exige o controle desde a produção, até o tratamento e destinação final destes resíduos.

Miriã explica que para o controle é necessário um tratamento especial, como segmentar e acomodar os resíduos, além do uso de EPIs adequados para quem trabalha com eles.

Segundo ela:  " durante esse período de pandemia é precisor dobrar a atenção quanto aos equipamentos, quanto a sua rotina para que não haja falha no processo", destaca

 

A melhor forma de descarte da máscara, sem contaminação, é jogá-la no lixo do banheiro. Quanto à máscara da pessoa que apresenta sintomas ou está diagnostica com Covid-19, deve ser colocada dentro de dois sacos plásticos - um dentro do outro - e fechados com um nó, explica a pesquisadora.

Revista Brasil vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 8h, pelas rádios Nacional AM Brasília e Nacional AM Rio, e às 6h (horário local) pela Rádio Nacional do Alto Solimões. Aos sábados, o programa vai ao ar às 8h pela rádio Nacional AM Brasília.

Criado em 07/05/2020 - 10:45

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa