Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Cientistas brasileiros estudam efeitos da pandemia em crianças

Objetivo é ajudar pais e professores a lidar com o desenvolvimento infantil durante e após o isolamento social

Tarde Nacional

No AR em 31/07/2020 - 17:20

Se adaptar ao novo normal ainda é difícil para alguns adultos e, para as crianças, a repercussão da pandemia pode atrapalhar o desenvolvimento infantil. Para lidar com o problema, cientistas brasileiros publicaram um estudo que pode auxiliar os pais e professores a elaborar estratégias de ensino e comportamento. 

Em entrevista ao Tarde Nacional desta sexta-feira (31), Fernando Louzada, um dos coordenadores da pesquisa e professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR), explicou que as crianças podem apresentar certos comportamentos negativos durante o isolamento social.

Saiba no player abaixo:


“Pode haver alterações comportamentais, mudanças de apetite, aumento de problemas de sono e aumento de pesadelos. Isso tudo em razão do distanciamento social e toda angústia da pandemia”, explicou. 

 

A boa notícia é que com as estratégias certas, é possível compreender e lidar com as crianças. O estudo, que foi dividido em cinco partes, aborda desde o impacto do desenvolvimento na primeira infância até estratégias para a saúde infantil na pandemia.

 

“A gente dividiu algumas recomendações relacionadas ao ambiente familiar, mas um dos nossos objetivos é também para gestores públicos. A gente sugere algumas mudanças na comunicação com a criança, que evite notícias e comentários negativos para que não reforce a preocupação”, orientou.

 

Outro fator estudado pelos cientistas é a necessidade de priorizar a saúde mental da criança ao invés de cobrar os conteúdos da escola. Após a pandemia, vai ser preciso ir devagar.

 

“Precisamos priorizar alguns conteúdos da saúde mental, trabalhar alguns aspectos como o aspecto sócioemocional e regulação emocional das crianças, que vai estar muito abalado, e mudar um pouco as prioridades estabelecidas”, afirmou. 

 

A pesquisa está aberta para toda a população e pode ser acessada no site do Comitê Científico - Núcleo Ciência pela Infância.

Criado em 31/07/2020 - 17:23

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa